domingo, 24 de julho de 2011

A construção de saberes na EJA


A construção de saberes

Diversas teorias comprovam que os alunos não são “folhas em branco” que serão preenchidos de conhecimentos pelos professores. Quando as crianças chegam á escola elas estão vêm cheias de conhecimentos e experiências; o que dizer, então, de jovens e adultos, que trabalham, se relacionam em muitos espaços distintos, resolvem diversos problemas no seu dia-a-dia, criam e educam seus filhos, criam explicações para os fenômenos sociais e culturais que os cercam. Enfim, os alunos da EJA possui uma imensa gama de conhecimentos formais e não formais. Teorias essas que são, a porta de acesso a outros novos conhecimentos.
Logo, cada aluno é um sujeito histórico repleto de saberes particulares, diversos, nascidos da interação com o meio físico, familiar, da experiência no mundo do trabalho e dos papéis desempenhados ao longo da vida.
Assim, numa perspectiva bem interacionista, o conhecimento pode ser entendido como o resultado da interação do sujeito com o seu meio e com as pessoas com as quais convive.

O aluno da EJA

Tanto do ponto de vista da faixa etária (há adolescentes de 15 a senhoras e senhores de 70 anos numa mesma sala), quanto da cultura, do conhecimento, da visão de mundo (muitos alunos migraram do interior para as grandes cidades) e a imersão precoce no mundo do trabalho. Tudo isso faz com que a heterogeneidade das classes de EJA sejam ricas, tanto para alunos, quanto para professores.
Sem esquecer que, ao mesmo tempo em que representa uma esperança de recolocação profissional, de conseguir alcançar um outro espaço social, representa também, um importante espaço de socialização e entretenimento, especialmente para os alunos mais velhos. Esses são apenas algumas dos aspectos em que os alunos jovens e adultos diferem das crianças.
Daí que a exigência em cima da escola torna-se ainda maior para os alunos jovens e adultos porque eles precisam que a escola atenda a todos os seus anseios. Eles não querem apenas aprender a ler e a escrever. Eles querem estabelecer laços de amizade e respeito, eles querem se sentir importantes, querem ser ouvidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário